sábado, janeiro 02, 2016

Parabéns Maria Cecília.

Que Jesus te abençoe ao longo de tua vida. Que sejas fiel servidora do Supremo Bem, boa filha, boa irmã. Feliz vida.

quinta-feira, dezembro 31, 2015

Novo ano, novo jeito

Baixei o app do Blogger. Vamos ver o que essa novidade traz. Feliz 2016 para todos e todas!

terça-feira, maio 20, 2014

Nova encruzilhada?

Há dias estou tentando entender o que se passa e o que vai ou pode vir a acontecer comigo e com meu trabalho.Já há tempos venho dizendo,pedindo,reclamando que não estamos trabalhando direito;tento dar sugestões;já até identifiquei e não foi só eu,o ponto crucial que tem atrapalhado nosso caminhar.Nenhum trabalho e principalmente em saúde se dá com sucesso,sem acolhimento adequado.O paciente precisa se sentir acolhido bem para vir até nós e retornar.E aí está o nosso pecado.
Pois bem.Há dias começou a reforma do centro de saúde turu e,coincidentemente,a semus convoca os médicos e enfermeiros para uma reunião avisada em cima da hora,pelo menos pra mim,e à qual compareceram algumas enfermeiras e gestores.A mensagem é:tem que produzir,isso significando mais consultas.Nosso nivel de atendimento está abaixo do crítico,em síntese.Mensagem com direito a referências aos médicos que atendem no programa mais médicos como supertrabalhadores que estão a todo vapor nos atendimentos;e com a ressalva:não são só os cubanos.
Confesso que normalmente meu atendimento não é volumoso.Primeiro porque algumas consultas se tornam mais demoradas pela minha tentativa de suprir a falta de outras atividades de Saúde da Familia que ou temos dificuldade ou simplesmente não fazemos,como visitas,palestras,reunião com grupos,atendimento com outros profissionais de nivel superior,etc,sem contar que sempre tentei ser o mais cuidadosa possível,e sem condições boas ,compensa-se com o diálogo com o paciente.Em segundo lugar porque o acolhimento na marcação de consultas e atendimentos não consegue seguir com qualidade.Resultado:há dias em que atendo várias primeiras consultas que são mais demoradas,fazendo até com que alguns pacientes desistam e outros em que,acredite,atendo duas,três pessoas.
.Agora,com a reforma,estamos divididos em dois locais cedidos ou alugados.Os pacientes marcam e agendam suas consultas na parte do centro de saúde que está funcionando e comparecem até onde estamos;no meu caso até próximo ao local da marcação.Só que desde então,há mais de duas semanas,ainda não consegui atender dez pessoas no total. 
E agora?O que vai acontecer? Vou ser dispensada pela prefeitura,já que sou contratada por processo seletivo que é renovado a cada dois anos?Vai ser admitido no meu lugar um colega do programa mais médicos ganhando quase três vezes mais do que ganho?Como trabalhar "a todo vapor" sem pacientes para atender,sem conseguir fazer nenhuma ou muito pouca atividade,sem água pra beber(tem que levar sua garrafinha),sem banheiro(o banheiro fica no outro prédio),sem ventilação(as salas não tem entrada de ar porque serão preparadas para ter ar condicionado quando a igreja tiver seus cursos e palestras)e bastante calor.Como fazer?O que pensar?
Vou continuar comparecendo ao trabalho,mesmo incomodada com as condições bem adversas,atender os que aparecerem e aguardar os acontecimentos.Mas me restam muitas interrogações.Não foi essa a Saúde da Família que sonhava.

Obs:Esse post não tem nenhum objetivo politiqueiro.

segunda-feira, fevereiro 11, 2013

Bento XVI renunciou

Acordei(tarde,excepcionalmente)com a noticia:Mãe,o papa renunciou.E eu,desconfiada de noticias esquisitas,quem disse?Enfim,depois de consultar vários sites,blogs,twitter,não era possível ser mentira.Procurei logo saber como ele tinha feito isso.No consistório convocado para anunciar a beatificação de três pessoas,estava lá o comunicado.Ao lê-lo,as principais palavras que me chamaram atenção foram as que se referiam a seu exame de consciência diante de Deus e as que falavam que suas forças não eram mais idôneas para exercer adequadamente o ministério petrino.E repete,mais adiante, sobre essa incapacidade de administrar bem o ministério que lhe foi confiado.
Não tenho competência para entender direito o que significam exatamente essas palavras,mas sou humana,tenho inteligência e o fato de ser católica,ter fé e tudo o mais, não me impediram de fazer análises mentais.Também não deixei de ler as várias opiniões de algumas pessoas que sigo no twitter e outras redes,identificando alguns pontos bem próximos do que pensava.
Prossigo rezando com esperança.Já vinha fazendo isso e pedindo ao Senhor que me fizesse compreender certas coisas.Não era preciso entender com a inteligência,mas compreender ou aceitar e aguardar.Rezo por ele,como humano,provavelmente atormentado por seus "demônios",sejam faltas ou doença e que,tomou a decisão melhor de se afastar de um ministério de tanta responsabilidade,se descobre que já não pode fazê-lo.Rezo por nós católicos(ainda somos muitos,verdadeiros e fiéis),para que permaneçamos firmes na fé,esperançosos e,principalmente seguidores da verdadeira caridade,o amor verdadeiro ao próximo,seja ele quem for,a caridade que não rejeita nem censura outro ser humano que pensa diferente,que tem cor,sexualidade,filosofia de vida,crenças diferentes;ou que não creem.Pois somos chamados a esse amor que a nossa condição às vezes nos afasta,mas cuja fé e esperança de um mundo novo,nos faz sempre nos reaproximar,nos redimir.
Rezo enfim por todos nós,cristãos de todas as denominações,humanos de todas as religiões,ateus,todos,para que façamos jus à evolução pela qual todos os seres passamos e nos inspiremos nos nossos companheiros de jornada,os animais,no que eles tem de mais belo para agir na vida,no dia a dia de nossa vida,de nosso convívio.
E convido todos e todas que me leem a rezar,meditar ou refletir,o que lhe parecer melhor.Pois acho que existem coisas,fatos que não acontecem por acaso e,dependendo de como recebemos podem trazer coisas boas para todos.

quarta-feira, fevereiro 29, 2012

Sessenta e três

Parece tanto,e o corpo denuncia o passar do tempo,mas cá dentro ainda existem sonhos infantis,vontades jovens,coisas de gente que ainda não passou 60 anos na Terra,Tipo aprender dança,principalmente as da minha terra,de raízes africanas e indígenas.E outras coisinhas mais.Pena que,se me aposentei de umas atividades,tive que iniciar outras,pela necessidade mesmo e porque não faz mesmo sentido ficar inativa.
Fiquei feliz pelos muitos votos de feliz aniversário ontem e,apesar de ter implicância com o facebook,ele serviu para encontrar a família,os colegas de quem não sabia noticias há tempos e vários amigos da internet.
E assim,mais um ano da minha vida se passou.Beijos em que vier por aqui : )

quarta-feira, dezembro 21, 2011

Mudanças de novo? Esse Google..

Desconfio que o blogger vai desaparecer.Por enquanto recebi,e alguns ou todos devem ter recebido a sugestão de mudar o blog para o google,se é que entendi.E ao fazer isso,meu perfil no blogger desaparecerá,a não ser que eu copie ou salve o mesmo.Enfim,se eu entendi,por enquanto é sugestão,convite ou sei lá o quê.Mais tarde vou ter que mudar tudo mesmo.Não só eu,claro.
Sei que demoro vir aqui;quase que abandonei,pode-se dizer.Mas ainda não vi ninguém falar sobre isso.Estou tão por fora assim?
De qualquer maneira,vou pensar mais um pouquinho.Um beijo em todos e todas.
Um Natal  santo e amorável para as familias ,amigos,amigas. : )

sexta-feira, novembro 25, 2011

Violência contra a mulher.

Dia Internacional de Luta Contra a Violência contra a Mulher.

Um dia isso ainda vai acabar? Eu tenho esperança.E pode começar com a educação que damos e dermos a nossos filhos e filhas.Em algumas familias isso já começou.Em outras infelizmente ainda se formam mulheres com analfabetismo emocional e homens das cavernas.
DENUNCIE! Ligue 180.