sexta-feira, novembro 16, 2007

Dengue:todos contra.


Estávamos em visita.As visitas domiciliares são feitas aos pacientes com dificuldade de locomoção fisica ou,na nossa interpretação,pacientes que moram muito longe da Unidade e,por serem idosos ou outra condição,têm dificuldades.Ao chegar à casa,bem na entrada da mesma,uma geladeira velha servia de cisterna,colocada em um buraco feito no chão;havia uma torneira pra poder enchê-la,quando a água chegasse,uma pequena quantidade de água no fundo e...sem tampa.Antes de atender à senhora que morava na mesma,chamei seu filho,um senhor de mais ou menos quarenta anos que,segundo as agentes de saúde,era professor e morava bem ao lado.Demorei conversando com o mesmo sobre aquela "cisterna" sem tampa;expliquei o perigo daquilo em tempos de dengue.Sugeri que arranjasse ao menos uma tábua,algo improvisado que fosse,mas não deixasse aquele grande criadouro de mosquito para atentar contra a saúde de sua familia,vizinhos,o bairro enfim.Usei palavras simples,escutei com atenção suas palavras,pensei que havíamos chegado a um consenso,com a promessa de que ele resolveria aquele problema brevemente e,enquanto não,deixaria a velha geladeira completamente vazia.Qual não foi meu espanto,ao voltar,quase dois meses depois,e a "bendita" geladeira ainda estava lá do mesmo jeitinho?
É preciso muita paciência,persistência,não desanimar,diante desses acontecimentos.E eu,pela minha parte,não desanimo.E procuro transmitir às agentes(tem só um homem na minha equipe) que não cansem,porque às vezes me falam dessas empreitadas aparentemente fracassadas,que ~"não adianta ,doutora,é o mesmo que nada";"já´desisti,esse povo não tem jeito",e por aí vai.
VAMOS TODOS,LUTAR CONTRA O MOSQUITO! NÃO DEIXEMOS CRIADOUROS PARA ELE(ELA)!
*Já comecei,Meiroca.

4 comentários:

IsabelMartins disse...

Descasos como esses é que fazem a doença expandir, mas tu estás certissíma,não podemos desistir.
Força Amiga!
Bjus e bom fim de semana!

Marcia H disse...

o dito é: água mole em pedra dura, tanto bate até que fura

é a falta de persistência que nao ajuda a divulgar melhores ensinamentos

isso, muita perseveranca, é falar tanto e sempre e se 1 fizer certo, já é uma conquista

bjs

Magui disse...

Quando eu fui ao Projeto Rondon no Amazonas fazíamos palestras ensinado a ferver a água. Depois cobrávamos.A coisa era exatamente como a que vc descreveu.Não basta explicar, tem que fazer.
Como vc não tem a opção outros , vou deixar o meu blogspot

Meiroca disse...

Valeu Anuci, esta é tua area e voce melhor q ninguem podera' nos ajudar nesta luta.
Beijos