segunda-feira, fevereiro 18, 2008

Santa Bernadete



Uma menina pobre;pobre,não,paupérrima.Ela com seus pais e irmãos moravam num antigo cárcere que fora desativado por ser demasiado insalubre para os criminosos.Um dia encontrou-se com "aquero"(aquela,no dialeto de Lourdes).Foi submetida a todo tipo de interrogatório,chacota,humilhação.Tão simples,tão simplória,que no dia em que a Senhora concedeu dizer-lhe quem era,para que o abade mandasse construir a capela pedida,saiu correndo e repetindo até chegar ao seu destino e,sem nem cumprimentar,gritou:Eu sou a imaculada conceição! O abade a chamou de orgulhosa,e só entendeu do que se tratava realmente quando ela falou:não eu,"aquero".Ela nem sabia do que estava falando.O dogma da Imaculada Conceição ainda nem era aceito por todos os religiosos e teólogos católicos,nesse tempo.

Esta foto é de seu corpo incorrupto,exumado duas vezes,e sempre assim,sem sinal de deterioração.Foi-lhe colocada uma fina camada de cera e vestida com o hábito,depositada sobre lençois.Parece dormir.

3 comentários:

Isabel Martins disse...

Realmente, parece estar dormindo.

Bjuss

Unknown disse...

Amem

Blog do Beagle disse...

São lindas e está aberta à visitação pública? Bjkª. Elza