sexta-feira, julho 11, 2008

Esses dias


Primeiro uma rosa,para suavizar a coisa,mas não dá pra ser poliana esses dias.E não dá pra passar em branco,se estou com vontade de escrever.Pois é.Tou chateada por que?Fazendo um curso excelente de doenças e agravos não transmissiveis,com excelentes palestrantes(enfermeiras,professores e professoras de educação física maravilhosos,nutricionista)num local legal,por que estaria eu insatisfeita?Não com o curso,mas a prática que virá depois dele,no meu local de trabalho.Dá uma angústia!Tudo o que é falado no curso é perfeitamente factivel(tá certa essa palavra?),claro com os obstáculos normais de sempre num serviço público normal.Mas basta eu ir um dia depois na unidade básica que dá vontade de fugir,ir pra bem longe.Às vezes me sinto,sem que a coisa seja escancarada,tão desrespeitada tanto como profissional como pessoa.Será minha cabeça?Por outro lado,além de pacientes,que os terei seja lá onde estiver,convivo com pessoas e profissionais excelentes,dedicados,desde os acadêmicos da ufma,o pessoal de serviços gerais,auxiliares e a enfermeira da minha equipe,sem desfazer das outras que também são ótimas,tanta gente com quem a melhor comunicação e com quem trabalho tão afinada que,se não fossem eles,acho que já teria desistido.Eu já descobri,e espero que não esteja paranóica ,qual o problema,além da paciência que se esvaiu nesses quatro anos de estratégia saúde da familia no turu.Mas não vou dizer.Vou entregar ao Destino,Deus,Forças do Universo,chamo aqui tudo de bom que existe e que há de vir no Cosmo,no Infinito para resolver.Estou cansada.

4 comentários:

Danielle Balata disse...

Querida tenha um otimo final de semana.

Danielle Balata disse...

Como meu pai é medico e a senhora trabalha nessa area de saude, é bem provavel que o conheça sim.. ele é medico oftalmo e hoje em dia trabalha numa clinica no São Cristovão.

Beijos querida.

Grace Olsson disse...

Anunci, talvez seja estresse. Ele é capaz de nos enlouquecer. E tbm quem trbalha c0om mazelas humanas, querida, precisa ter - além do profissionalismo que vc possui-nervos de aço.
Se alimente bem, menina. Não deixe que esse desânimo entre na escala de não comer. Eu caí nesse beco e nem sei quando vou achar a saída. ANorexia nervosa. Sim. Esse foi o diagnóstico real dado pelo médico esta manhã. Cheguei na´Suécia sexta-feira, depois de duas semanas sem internet ,no Brasil.
Outra luta, outra batalha que estou disposta a vencer.
beijos e dias felizes;
http://eueorenascerdascinzas.blogspot.com/

Blog do Beagle disse...

Minha querida, de forma geral o sistema de saúde público sofre com falta de investimentos e falta de vergonha na cara dos dirigentes. Acredito que seja terrível não ter elementos, meios, instrumental ou material humano para resolver coisas simples e cotidianas. Console-se, pois, na justiça a coisa também é vergonhosa. Temos inventários e falências com mais de 50 anos de trâmite ...Isso é justiça? Contudo, se o desgaste está maltratando você e onerando sua saúde e a de seus familiares, deixe o serviço público. Bjkª. Elza